quarta-feira, 23 de abril de 2014

Dia Mundial do Livro


Hoje é o Dia Mundial do Livro, ou seja, dos elementos da memória partilhada, dos monumentos de criatividade, dos relatos de histórias e de aventuras, dos dramas às comédias, dos sentimentos mais íntimos aos acontecimentos mais públicos.

"O mundo é um livro, e quem fica sentado em casa lê somente uma página", escreveu Santo Agostinho. Para Descartes, "A leitura de todos os bons livros é uma conversação com as mais honestas pessoas dos séculos passados." e Francis Bacon considerou que "Há livros de que apenas é preciso provar, outros que têm de se devorar, outros, enfim, mas são poucos, que se tornam indispensáveis, por assim dizer, mastigar e digerir".

 Quem lê muito, escreve melhor e fala melhor, pelo que terá mais ideias, mais conversas, mais argumentos e mais criatividade, para melhor escrever e melhor pensar. E mais ler...

Todos à Bilbioteca! E parabéns, Professora Graça Caldeira, extensíveis aos seus colaboradores e colaboradoras, por todo os esforços e o seu empenho em promover o Livro e a Leitura, mesmo contra ventos e marés. São necessários voluntários - provavelmente só para o próximo ano -, para ter a biblioteca aberta mais tempo. Quem se oferece?

A partir de hoje, na Praça de Londres, funciona uma "cabine telefónica" onde existem livros e se podem trocar livremente, desde que quem levar um deixe outro. Em frente à esplanada da London Square, no passeio.

Hoje, também, na Catalunha, as mulheres oferecem um livro aos homens e estes uma flor a elas. Que tal a ideia? Livros e flores ligam bem.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Hoje!


Livros, livros, livros.
São o repositório da Memória.
Num mundo audiovisual, estimulemos o tato e o olfato, que são os dois sentidos que tornam a memória mais presente.
Que tal dar, aos nossos filhos, um livro, hoje, Dia Mundial do Livro Infantil?

PS. e que tal estimularmos os nossos filhos a frequentar a Biblioteca Escolar e a requisitar livros? É altura de fazer face aos ecrãs! Livros, livros, livros!