domingo, 31 de outubro de 2010

Bom dia das Bruxas!

Bom Halloween. Principalmente para as bruxas e fantasmas que estejam aí desse lado!
Gostosuras ou travessuras!

sábado, 30 de outubro de 2010

CD "Tabuada" tenta ensinar de forma mais divertida



O CD "Tabuada" junta vários músicos portugueses, como Lúcia Moniz, Sam the Kid, Os Pontos Negros e Macacos do Chinês, e visa ensinar a tabuada de uma forma mais divertida.
Para mais contactos: caixadetempo@caixadetempo.pt ou pelo telefone 912508148

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Grupo de Percussão Permallets

Esta tarde o Grupo de Percussão Permallets, que integra diversos alunos do nosso agrupamento, vai actuar em directo no "Programa Portugal no Coração", algures entre as 14H30 e as 17H30.

Fazem parte do grupo a Bárbara Candeias, o Miguel Calado, o Bruno Candeias e o João Vargas Paquim (todos alunos das escolas do agrupamento Filipa de Lencastre).
Parabéns ao Grupo!

o "top-ten" da alimentação



Para transmitirmos (e darmos o exemplo...):

1. Servir-se pouco do que se gosta muito
2. Mastigar pelo menos VINTE vezes cada garfada
3. Não comer fritos
4. Ser moderado nos doces – escolher produtos “low-fat”, “low-sugar”, “low-cal
5. Beber muita água e não beber refrigerantes e colas
6. Comer sopa, vegetais de várias cores e frutos de várias cores
7. Comer fibra: cereais e pão integral, maçã, bananas, ameixas e peras, ervilhas verdes, amêndoas
8. Tomar um pequeno almoço de leite e cereais, pão ou bolachas
9. Não estar muito tempo sem comer
10. conseguir, com inteligência e arte, ter uma alimentação saudável mas que seja saborosa e que dê prazer

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Tertúlias da São João de Deus - contamos convosco!

Informamos que a primeira Tertúlia (dia 28, quinta-feira) vai ter lugar no edifício sede (provavelmente na sala da biblioteca) às 18h.



Tertúlia, na Língua Portuguesa, significa"reunião de amigos ou simplesmente frequentadores de um local, que se reúnem de forma mais ou menos regular, para discutir vários temas e assuntos.".

Pegando nesta definição, a NOSSA escola planeia para as últimas quintas-feiras de cada mês tertúlias para os Pais, profissionais e de modo geral todos os interessados em debater temas relevantes na vida das crianças, trocar ideias e partilhar vivências.

Os temas que escolhemos são sentidos por nós como de maior interesse e actualidade, como a internet e as novas tecnologias, o divórcio e separação, o temperamento e alguns comportamentos das crianças, ou o fenómeno do bullying, entre outros

Às seis da tarde, nas últimas quintas-feiras de cada mês, esperamos por vós, com a certeza de que é na troca de conhecimentos e da experiência de cada um que poderemos aumentar de modo substancial a sabedoria de todos.

Apareçam, com ideias e vontade de dialogar. Vamos retomar, na nossa Escola, uma prática corrente do século XIX e do início do século XX. Será uma boa forma de comemorar o Centenário da República, mas sobretudo de melhorar algumas das áreas que preocupam aqueles que se interessam pelas crianças. Contamos convosco!

terça-feira, 26 de outubro de 2010

troca de livros: um sucesso!


Foi um êxito. Um sucesso. Apesar de alguns meninos, por diversas razões, não terem trazido livros (e alguns, mesmo assim, quiseram levar um livro para casa), a maioria rejubilou e o entusiasmo foi grande. Uma boa maneira de comemorarmos o Dia Internacional das Bibliotecas Escolares - agora é fomentar o uso da biblioteca e, se possível auxilá-la oferecendo livros.

Parabéns aos professores, que organizaram a logística, e aos pais que colaboraram. Às crianças que agarraram a iniciativa, claro, os respectivos agradecimentos.

Vamos continuar, durante este ano, com iniciativas simples mas eficazes. Aceitam-se ideias. E vamos ter as tertúlias, a partir já da próxima quinta-feira. Apareçam!

sábado, 23 de outubro de 2010

Juntos fazemos MAIS escola!


No próximo dia 25 de Novembro, a propósito das comemorações do Dia Internacional das Bibliotecas Escolares a NOSSA escola organiza ao longo do dia uma banca de troca de livros para os alunos do 1º ciclo, trazendo-os com uma dedicatória para o menino que o vai receber, do género "A quem ficar com este livro.... "O é que gostei mais quando li neste livro foi...". etc.


Se ainda não trouxeram o livro, façam-no na própria segunda-feira. A Escola e o ambiente escolar será (também) aquilo que todos nós desejarmos e construirmos.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

gomas... para que te quero?!


Pois é. Alguns pais (e professores) podem ficar com os cabelos em pé ao ler a próxima frase: "as crianças devem comer gomas!". A sério. Só que há uma segunda parte da frase que faz toda a diferença: "antes de um teste ou de uma actividade física intensa".

Sobretudo antes de uma actividade intelectual exigente, em tempo reduzido (um teste), o cérebro precisa de funcionar "a turbo", para entender bem a pergunta, escolher as hipóteses de resposta, seleccioná-las e analisá-las e, finalmente, produzir de forma sucinta e eficaz o resultado. Como a glucose é a "gasolina rápida" do cérebro, o açúcar fornecido pelas gomas (ou similar) é rapidamente absorvido, dando um aumento da glicemia, de curta duração, que servirá para um melhor desempenho.

Repetimos: antes de testes (mas só de testes!!!) ou de exercício físico intenso, comer um doce é muito salutar. E esta, hen?

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Dia da Biblioteca - Troca de Livros - tragam no dia 22


No dia 25, segunda-feira, vamos comemorar o DIA INTERNACIONAL DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES, fazendo uma troca de livros. Cada aluno deverá trazer um (ou mais) livros antes (na sexta, 22), e estes serão depositados em mesas, no dia 25. Nos intervalos, cada aluno poderá levar um livro à sua escolha para casa.

É fácil e apenas exige o envolvimento dos alunos e pais. Vamos a isso? Não se esquecem?

terça-feira, 19 de outubro de 2010

explicar a crise às crianças


A crise pode servir para as famílias repensarem as prioridades de consumo e para evitar o desperdício. E pode servir para ensinar as crianças a distinguir entre o essencial e o acessório, dado que é uma excelente altura para mostrar que, por exemplo, uma ida a um parque colher folhas secas, fazer colagens ou apanhar pedras e pintar, ou ir a uma praia apanhar conchas, podem ser actividades de ‘custo zero’ que dão prazer e conhecimento, entretenimento e gozo e que não se compram. Ou seja, têm um grande valor mas um pequeno preço.

Com excepção para as famílias em situações limite, a crise pode ser uma forma para reflectir sobre o que se gasta em consumos desnecessários e as próprias crianças têm de aprender a valorizar o que é essencial e a perceber que não são mais felizes por terem mais roupa ou brinquedos.

Vale também a pena explicar aos nossos filhos que a crise resulta em parte da ganância do “quero tudo, já!”, que desemboca no consumo de bens apenas para ostentar um determinado estilo de vida ou mero show-off.

É importante que as crianças percebam que os pais têm menos poder de compra mas, apesar disso, também devem sentir que isso não vai afectar o seu bem-estar ou as suas necessidades básicas. Deve-se, pois, explicar com a verdade, sem entrar em pormenores ou áreas que eventualmente as crianças não compreendam, mas dando-se uma noção das causas e consequências e da interdependência dos vários fenómenos.

O impacto psicológico da crise será maior se os pais se lamuriarem e vitimizarem perante as crianças - estas têm de sentir que têm pais que conduzem o barco e que os protegem e promovem segurança.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Encarregados de Educação


Constatámos uma situação que merece reflexão por parte dos pais, educadores, professores e da própria Escola. O número de pais separados ou divorciados é cada vez maior e, dentro destes, o número de pais com guarda conjunta (responsabilidade parental repartida por igual) também crescente.

A Escola ignora muitas vezes a dinâmica social, de que é exemplo a instituição de apenas um Encarregado de Educação. Consideramos esta regra (norma?) errada, dado que, ao fazer isso, a Escola poderá negar informação, representação, direitos e deveres a um dos progenitores, ou contribuir para situações menos claras de manipulação e de "guerra" entre pais.

Assim, defendemos que, pelo menos nos casos de pais separados/divorciados em situação de guarda conjunta (o que não quer dizer que a criança viva igual tempo com os dois, mas sim que a responsabilidade parental é mútua), ambos os pais sejam encarregados de educação e as decisões a tomar sejam sempre de comum acordo. Dá mais trabalho? Talvez, mas é mais justo.

domingo, 17 de outubro de 2010

micro-ondas e crianças não combinam!



Para que vejam o que pode acontecer ao usar um micro-ondas... pensem nos vossos filhos, e como pode ser perigoso eles utilizarem electrodomésticos.

Voltaremos ao tema.

sábado, 16 de outubro de 2010

visitas ao Blogue

Aqui fica o gráfico das visitas que o nosso Blogue tem tido - vamos passar a palavra e divulgá-lo.
E contribuir para a sua dinamização e melhoria.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Dia da Bengala Branca

Hoje celebra-se o Dia da Bengala Branca, para que as pessoas se recordem dos deveres individuais e da Sociedade para com os cegos (desculpem, não gosto da palavra "invisual", quando cego é dito - ou escrito - de forma respeitosa).
 
Vale a pena, a propósito deste dia, relembrar o que podemos fazer, em casa, na rua, no trânsito, para melhorar a qualidade de vida das pessoas cegas, mas também como poderemos ensinar as crianças nesse sentido.
 
Na nossa Escola há um professor cego. E vários alunos, nas primeiras aulas, tentaram aproveitar-se do facto para mostrarem as cuecas, fazerem caretas, etc.
 
Não podemos deixar passar esse facto sem o mencionar porque, ao contrário do que alguns podem pensar, não se trata de uma "criancice" ou de uma "brincadeira". Não. Trata-se de um comportamento pura e simplesmente cobarde. E há que o dizer sem medo de ferir as susceptibilidades das crianças ou dos pais. Fala-se muito de bullying - pois aqui está uma pequena amostra.
 
Coragem, sim, seria baixar as calças e mostrar as cuecas a um professor que visse bem. Isso sim, mostraria  ousadia, porque quem o fizesse sujeitar-se-ia às consequências. Acho que vale a pena debatermos este caso com os nossos filhos e alunos.
 

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

metas de aprendizagem

O Ministério da Educação divulgou no dia 02/10/2010 as Metas de Aprendizagem para a Educação Pré-Escolar e para o Ensino Básico. A informação está disponível na página da Direcção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular, de forma a poder ser consultada, utilizada e partilhada entre docentes, famílias e órgãos de gestão.

No âmbito da Estratégia Global de Desenvolvimento do Currículo Nacional definida pelo Ministério da Educação, o Programa Metas de Aprendizagem consiste na concepção de referentes de gestão curricular para cada disciplina ou área disciplinar, em cada ciclo e nível de ensino, desenvolvidos na sua sequência por anos de escolaridade, entendidos de modo tendencial e passíveis de ajustamentos no interior da gestão autónoma de cada escola/unidade orgânica. Traduzem-se na identificação dos desempenhos específicos esperados dos alunos que demonstrem a efectiva concretização das aprendizagens pretendidas em cada área ou disciplina e nos domínios transversais, preconizadas nos documentos curriculares de referência (Currículo Nacional, quando exista, Orientações Curriculares e Programa ou Orientações Programáticas da Disciplina ou Área Disciplinar).

As Metas de Aprendizagem são definidas para o final de cada ciclo do Educação Básica (em que se inclui a Educação Pré-escolar) e do Ensino Secundário, sendo a sua progressão referenciada aos respectivos anos de escolaridade.

Saiba mais em http://www.metasdeaprendizagem.min-edu.pt/

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

exercícios de evacuação de emergência


Apesar de recomendados na abordagem da prevenção de acidentes e catástrofes naturais nas escolas, não consta que a nossa Escola tenha alguma vez feito um exercício destes. E, contudo, a sua necessidade é evidente.

Todas as escolas têm de ter um plano de segurança, pessoas responsáveis pela sua aplicação e manutenção de equipamentos, e realização de exercícios simulados de evacuação de emergência.

Como é se, amanhã (ou hoje) houver um tremor de tera, um incêndio, gases tóxicos, invasão por um tarado armado ou por um grupo terrorista? As crianças (e adultos) sairão a correr, em pânico, podendo haver um aumento significativo dos feridos e do trauma psicológico? Custará muito fazer estes exercícios? Ou não há plano?

Fica o aviso para os pais e professores, porque todos estamos envolvidos nisto, e o que pode de mau acontecer se as crianças não souberem como sair em caso de emergência toca-nos a todos.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

a Roda dos Alimentos

Fonte: Portal do Ministério da Saúde

 

A Roda dos Alimentos é um instrumento de educação alimentar destinado à população em geral. Esta representação gráfica foi concebida para orientar as escolhas e combinações alimentares que devem fazer parte de um dia alimentar saudável.

Utilizada desde 1977, como parte da Campanha de Educação Alimentar “Saber comer é saber viver”, a Roda dos Alimentos sofreu recentemente uma reestruturação, motivada pela evolução dos conhecimentos científicos e pelas alterações nos hábitos alimentares portugueses.
Mantendo o formato circular original, associado ao prato vulgarmente utilizado às refeições, a nova versão subdivide alguns dos anteriores grupos e estabelece porções diárias equivalentes, para além de incluir a água no centro desta nova representação gráfica.

A nova Roda dos Alimentos é composta por sete grupos, com funções e características nutricionais específicas:

      - Cereais e derivados, tubérculos – 28%
      - Hortícolas – 23%
      - Fruta – 20%
      - Lacticínios – 18%
      - Carne, pescado e ovos – 5%
      - Leguminosas – 4%
      - Gorduras e óleos – 2%

Dentro de cada divisão estão reunidos alimentos nutricionalmente semelhantes entre si, para que possam ser regularmente substituídos, assegurando a variedade nutricional e alimentar.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

aulas de Ténis: protocolo com o Instituto Superior Técnico

Caros Pais e Encarregados de Educação,

A pedido da empresa Fastsports, junto de divulga a escola de Ténis a funcionar no Instituto Superior Técnico (IST).

Mais se informa que a APEE fez um protocolo com esta Instituição, garantindo para os Associados da APEE as condições oferecidas ao alunos do IST.

Estas condições são extensíveis aos familiares directos de 1º grau.

MAIS INFORMAÇÃO:
Campo de Ténis AEIST . Av. Rovisco Pais . 1049-001 Lisboa . ettecnico@fastsports.net


Tel.: 218 417 248 . Tlm.1: 961 344 677 . Tlm.2: 965 140 655

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

no dia 25 de Outubro vamos celebrar a Biblioteca Escolar

Na 4ª segunda-feira do mês de Outubro celebra-se o Dia Internacional das Bibliotecas Escolares - este ano é no dia 25.

Pela primeira vez, a nossa Escola vai associar-se a este projecto, com diversas actividades que realcem a importância do Livro e da Leitura, mas também da existência de bilbiotecas escolares - e quanto a isso, estamos muito bem servidos.

Em breve daremos mais notícias sobre o evento, mas vão já programando o dia: a seguir às aulas haverá seguramente uma actividade. E vão também já escolhendo livros para uma mini-Feira do Livro que terá lugar nesse dia.
O Centro de Recursos em Conhecimento (CRC) do Instituto da Segurança Social, I.P., leva a efeito uma sessão de divulgação da publicação “Avós e Netos: Relações Intergeracionais. a Matriliniaridade dos Afectos”, de Stella António.


A publicação será apresentada pela Professora Doutora Ana Alexandre Fernandes e pela autora.


Ana Alexandre Fernandes, Professora Associada com Agregação, docente no Departamento de Saúde Pública – da FCM/UNL e investigadora nas seguintes áreas: Envelhecimento demográfico; Sociologia da Saúde; Saúde Pública; Saúde e Migrações; Mortalidade e Morbilidade e Políticas públicas.


Stella António, Mestre em Sociologia, docente no ISCSP/UTL e investigadora nas seguintes áreas: Demografia do Envelhecimento, Relações Intergeracionais, Gerontologia, e Políticas Sociais dirigidas à População Idosa.


A sessão é aberta ao público e terá lugar no próximo dia 14 de Outubro, pelas 16h00, no Auditório do ISS, I.P., na Rua Castilho, n.º 5 – R/C, Lisboa.
Confirmação de presença: Telef. 21 318 49 89
E-mail: ISS-CRC@seg-social.pt

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

"A Força dos Pais"


No dia 6 de Novembro, na Fundação Calouste Gulbenkian, terá lugar o Colóquio Internacional, "A Força dos Pais".

Em Portugal, é a 1ª vez que se realiza um congresso desta natureza, centrado na perspectiva da pessoa e da família.
Um congresso organizado por pais com a ajuda de técnicos.
O tema em debate é a construção de um novo PARADIGMA, a INCLUSÃO social das pessoas com deficiência e a valorização do papel das suas famílias.
A abertura solene do colóquio será feita pela Sr.ª Dr.ª Maria Cavaco Silva.
Faça já a sua inscrição porque a adesão está a ser enorme e no auditório 2 apenas há 300 lugares, depois do que terá de ser aberto o auditório ao lado (com videoconferência) para todos os outros
Pode consultar o programa e síntese de como fazer as inscrições e a respectiva ficha de inscrição em:
http://www.paisemrede.net/files/destaques/cartazcoloq1.pdf
http://www.paisemrede.net/

Participe e divulgue.

violência - um problema só de hoje?

Será que o mundo está mais violento? Será que as crianças de hoje têm a cabeça transtornada por assistirem a violência? Por verem tv ou dvds?

Ficam aqui alguns exemplos de banda desenhada dos anos 50 e 60... que eram as vistas até à exaustão por pais e avós das crianças de hoje. Tirem as vossas conclusões... para que o catastrofismo não impere.




sexta-feira, 1 de outubro de 2010

para o fim-de-semana. Visitar a República.

Recomendamos uma visita (cerca de duas horas) à Exposição sobre a República, na Cordoaria Nacional (entrada gratuita). Muito bem elaborada, sucinta, evita qualquer aspecto enfadonho, de uma acentuada beleza estética e factual, tendo também alguma interactividade, designadamente para crianças.


Não há motivo para não ir ver - quem tiver algum interesse, claro - e para se ficar a saber mais alguma coisa sobre uma época que nos diz ainda tanto, muitas vezes, nesta Exposição, contada na primeira pessoa pelos vários protagonistas.